0:00
0:00

'Situação é de emergência e demanda ações urgentes'


O secretário-executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, analisa os resultados de um estudo do Pew Research Center, que foi publicado no periódico Nature Climate Change e apontou que a concentração de gás ozônio e material particulado nas camadas mais baixas da atmosfera, induzido pela mudança do clima, pode causar a morte de até 55.600 pessoas em 2030. Doenças devem mudar, fenômenos climáticos ficarão extremos e plantações agrícolas serão prejudicadas.